passado negro (blog antigo)
  autofotos (meu fotoblog)
  meu flickr
  outro flickr
  boneca
  moniquita
  diZpensa
  krika
  rebelrebel
  fer ribeiro
  bel
  solilóquios
  mindu
  muitas de mim
  rosa pomar
  eu, as gatas e os peixes
  o palíndromo
  uia!
  planeta hilda
  feito a mão
  ilha das maçãs
  borboletas na barriga
  poeiras
  dominique
  sandrine
  uns e outros
  carlos careqa
  minhocagem
  os 2 mundos
  nave dos suspiros
  vinte2
  sopa de pão
  dinaladina
  três gatos miaus
  fofysland
  rafaela pires
  outsuka
  crocodilo chan
  no princípio era
  tempos eternos
  photocélula
  1, 2, 3 testando...
  denize barros
  dona chita
  olhar sem compromisso
  1/2 dúzia
  bom pessimista
  dadivosa
  quiche de macaxeira


 

    01/09/2007 a 30/09/2007
  01/08/2007 a 31/08/2007
  01/07/2007 a 31/07/2007
  01/06/2007 a 30/06/2007
  01/05/2007 a 31/05/2007
  01/04/2007 a 30/04/2007
  01/03/2007 a 31/03/2007
  01/02/2007 a 28/02/2007
  01/01/2007 a 31/01/2007
  01/12/2006 a 31/12/2006
  01/11/2006 a 30/11/2006
  01/10/2006 a 31/10/2006
  01/09/2006 a 30/09/2006
  01/08/2006 a 31/08/2006
  01/07/2006 a 31/07/2006
  01/06/2006 a 30/06/2006
  01/05/2006 a 31/05/2006
  01/04/2006 a 30/04/2006
  01/03/2006 a 31/03/2006
  01/02/2006 a 28/02/2006
  01/01/2006 a 31/01/2006
  01/12/2005 a 31/12/2005
  01/11/2005 a 30/11/2005
  01/10/2005 a 31/10/2005
  01/09/2005 a 30/09/2005
  01/08/2005 a 31/08/2005
  01/07/2005 a 31/07/2005
  01/06/2005 a 30/06/2005
  01/05/2005 a 31/05/2005
  01/04/2005 a 30/04/2005
  01/03/2005 a 31/03/2005
  01/02/2005 a 28/02/2005
  01/01/2005 a 31/01/2005
  01/12/2004 a 31/12/2004
  01/11/2004 a 30/11/2004
  01/10/2004 a 31/10/2004
  01/09/2004 a 30/09/2004
  01/08/2004 a 31/08/2004
  01/07/2004 a 31/07/2004
  01/02/2004 a 29/02/2004


 

   


www.flickr.com
This is a Flickr badge showing public photos from simonewicca. Make your own badge here.





 
 




wiccaverna







bruxa.

aquela gata preta que surgiu "sem quê nem pra quê", diretamente na minha direção, sem eu precisar insistir muito, veio só para me lembrar de quem eu sou, no dia de hoje...

:)



Escrito por wicca às 20h37
[   ] [ envie esta mensagem ]




DESSA VEZ

É bom olhar pra trás e admirar a vida que soubemos fazer
É bom olhar pra frente, é bom nunca é igual
Olhar, beijar e ouvir, cantar um novo dia nascendo
É bom e é tão diferente...

Eu não vou chorar, você não vai chorar
Você pode entender que eu não vou mais te ver
Por enquanto, sorria e saiba o que eu sei: eu te amo

É bom se apaixonar, ficar feliz, te ver feliz me faz bem
Foi bom se apaixonar, foi e é bom, e o que será?
por pensar demais eu preferi não pensar demais, dessa vez
Foi tão bom e porque será?

Eu não vou chorar, você não vai chorar
Ninguém precisa chorar, mas eu só posso te dizer
Por enquanto, que nessa linda estória os diabos são anjos...

dessa vez - nando reis



Escrito por wicca às 20h32
[   ] [ envie esta mensagem ]




70%

# lembrando do que o andré abujamra diz: 100% não existe, que ninguém é somente triste, e ninguém é só alegria...

# o que anda pairando sobre meus pensamentos são idéias de ausência/presença...

# presente: que está, em um dado momento, no mesmo local ou recinto em que acontece um evento (diz-se de pessoa ou coisa/ assíduo, interessado/ tempo verbal que exprime atualidade/ objeto doado, ofertado; regalo, mimo, brinde, lembrança/ período do tempo compreendido entre o passado e o futuro; tempo atual.

# eu tive tudo isso aí de cima bastante nessa semana...

 

# wicca, tentando recuperar a sua auto-estima de cachorro vira-lata pensando: não pode ser tão ausente assim na vida das pessoas queridas... ou as pessoas queridas não seriam tão presentes na sua. de qualquer maneira, ela nunca acha que faz o suficiente, pois pra ela sempre é pouco, quando não é demais.

 



Escrito por wicca às 15h29
[   ] [ envie esta mensagem ]




tendo a notícia de duas mortes no mesmo dia, não tem como não pensar na efemeridade da vida. surge um sentimento de impotência. e sempre penso em como eu "abandono" as pessoas que eu tanto gosto. que não me aproximo tanto quanto eu gostaria, não vejo tanto quanto eu queria, que não expresso quanto eu admiro e gosto... sempre penso em mudar isso. ainda sinto que não mudei. agora não tem mais tempo. já não há o que se fazer. só lamentar. choro por mim, choro por eles. choro.

 



Escrito por wicca às 00h06
[   ] [ envie esta mensagem ]




assaltado pela vida...

apesar de eu ficar tentando mudar o foco... a verdade é que eu continuo em estado de choque...

:'(

 

foto: jairo botelho - acervo senac



Escrito por wicca às 11h59
[   ] [ envie esta mensagem ]




self portrait tuesday

fazendo alguns pedidos...

 



Escrito por wicca às 09h49
[   ] [ envie esta mensagem ]




diversão garantida!



Escrito por wicca às 15h47
[   ] [ envie esta mensagem ]




# eu já tenho convicção de duas coisas que eu quero pedir ao soprar as velas amanhã. apesar de ser duas coisas que quase se excluem entre si, o pedido é que dê um jeito de resolver essa questão.

# pés-de-moleque caminham em direção à portugal.

# é que existem muitas formas de confiança que se pode ter numa pessoa. não dá pra limitar isso somente à confiança na fidelidade (nos padrões monogâmicos de relação), pois isso seria limitar demais um termo.

# sai da sala de votação. atravessa a rua e entra na padaria: um sonho, por favor!

# "eu vim aparecido/ eu vim pra acabar com os últimos dias de fome/ eu mato mulher, criança e home/ e gosto/ now i understand a violence/ tentaram fazer um praneta/ um praneta de aço, ferro e latão/ primeiro fizeram a espada/ depois o revrólvi, depois canhão/ imaginavam que o Homem era Deus/ imaginavam e ainda imaginam/ imaginam wrong/ imaginam erado/ imaginam wrong wrong/ imaginam errado." candelara - karnak

# que arma de fogo o que!? eu adoro é a crueldade dos orientais. matar alguém com bola de golf é genial! e genial é também a silenciosa poética do filme casa vazia. e eu queria um daquele coreano invisível só pra mim.

# eu deveria me inspirar no silêncio e deixar de levar as palavras tão a sério... mas não consigo. eu tenho uma capacidade enorme de incorporar o discurso alheio e assumir aquilo com seriedade. às vezes até com mais propriedade do que a pessoa que o disse.

# "meu amor, meu bem/ me ame, não vá pra miami/ meu amor meu bem me queira/ tô solto na buraqueira, tô num buraco/ fraco como galinha d´angola/ meu amor, meu amor manda/ não vá pra luanda, não vá pra aruba/ se eu descer, você suba aqui no meu pescoço/ faça dele seu almoço/ roa o osso e deixe a carne/ meu amor, meu bem sacie mate/ minha fome de vampiro, senão eu piro/ viro hare krishna hare hare hare/ não me desampare, ou eu desespero/ meu amor ele é demais, nunca de menos/ ele não precisa de camisa-de-vênus/ ouça o que eu vou dizer, meu bem me ouça/ o que ele precisa é de uma camisa-de-força/ você é a minha cura, se é que alguém tem cura/ você quer que eu cometa uma loucura/ se você me quer/ cometa." zeca baleiro

# pra finalizar: eu queria ganhar de presente só a sensação, eu nem precisava estar no mesmo lugar... um dos melhores presentes que eu pude me dar.

canal de st. martin/ agosto 2005

 



Escrito por wicca às 01h59
[   ] [ envie esta mensagem ]




água

21h58min. começa a chover. espero a chuva passar. na espera, uma conversa. penso nos caminhos, nos erros, nas possibilidades, incertezas. muitos minutos, talvez horas mais tarde. ainda chove. a capa debaixo da moto indicava a eminência de um momento catártico. sigo e recebo as lágrimas do céu. chego em casa, escorrendo toda. o correio passou. pego o pacote e vejo as letrinhas miúdas, mal consigo acreditar. me contenho para que não caia chuva dos olhos ainda no elevador. quando chego, sobre a mesa um postal exibe a seguinte mensagem: only when sleeping do we make no MISTAKES. água quente. nuvem de algodão. banho. e de novo a chuva dos olhos. penso na encomenda. penso na proximidade de nascer pela 26a. vez, e somente agora estar preparada para ser filha. de corpo seco, abro a caixa. no bilhete ela dizia algo sobre não me frustrar, tentar mais uma vez. continua a chover. lá dentro e aqui fora.



Escrito por wicca às 00h05
[   ] [ envie esta mensagem ]




self portrait tuesday

"compramos presentes indo a feira/ de chinelos mas muito bem vestidos/ atravessando a rua com cautela/ e protegidos pela ci-ên-ci-a/(...) a fila/ a dúzia, o maço, um bocado, um pedaço e um buquê/ avisa/ que eu procuro mais barato pra sobrar/ o dinheiro que eu preciso pra comprar/ muitas flores pra você"

nando reis - a fila

 



Escrito por wicca às 22h58
[   ] [ envie esta mensagem ]




# adoro outubro. não sei bem se é por que o ano já vai acabando... ou por que tenho vários motivos pra comemorar e me presentear. é... já me dei presente de dia das crianças, de dia dos professores... semana que vem tem aniversário e depois tem o dia das bruxas! adoro outubro!

# já preciso me organizar com os presentes dos meus amigos de scorpio. é engraçado, mas tenho muitos fiéis amigos de escorpião. mó aglomerado de veneno junto!

# e por conta daquele post (ela está aqui!), que ela leu e se emocionou, ganhei um dia! minha mãe ficou até agorinha : )

# fui ver os dois filhos de francisco e é um bom filme. só tiraria as últimas cenas (com as pessoas reais). pra tornar um ótimo filme ele acabaria com uma frase: "as fichas de francisco acabaram..."  e o filme acabaria aí, e seria lindo.

# falta de controle foi o tema do dia... descontrolada, descontrolada.

# duas horas virarão dois dias... matemática estranha e divertida essa...

# fiz uma tentativa frustrada de pastéis de belém... : / 

# na minha vida perfeita, da minha imaginação, eu passearia sempre sempre em belém... talvez até trabalhasse ali no CCB.

# eu posso errar, eu posso errar, eu posso errar (tenho de repetir isso como um mantra... diariamente).

 



Escrito por wicca às 21h23
[   ] [ envie esta mensagem ]




e ele fez aniversário!

e um ano depois, continua vivo e muito feliz!

há um ano, acabadinho de nascer

 

com um aninho! já anda e ensaia suas primeiras palavras : )

 



Escrito por wicca às 09h40
[   ] [ envie esta mensagem ]




ela está aqui!

adoro quando ela vem costurar comigo! : ) e hoje fizemos isso na exposição da chita, lá no sesc belenzinho! (mas não tem foto por que não dava tempo de costurar e fotografar em 45min). fora a exposição ser ótima (tem um video genial, mostrando todas as etapas da confecção da chita!), me diverti bastante dançando com os bonecos gigantes e gastando os pinos na lojinha (dando lucro por sescão, aquilo ali é um feudo!) e tudo mais...

chitas, chitinha, chitão

ela na exposição

eu pirando nos bonecos e os bonecos pirando em mim (ei!)

smack!

cobra, sapato, bolsa de chita! 

 

vou ali! curtir ela mais um pouquinho :)



Escrito por wicca às 22h03
[   ] [ envie esta mensagem ]




considerações gerais

# por que os psicopatas nunca morrem no final dos filmes? ai, que saco! morre! morre! morre!

# pais e filhos juntos em oficinas é uma coisa complicada. os pais ficam absolutamente infantilizados, daí tenho que administrar o dobro de alunos... mas tudo bem...

# menino! fica parado! anda o mínimo necessário! (*instruções pra um garoto dentro do lab, com um tênis que acendia quando ele pisava)

# e começou a temporada de sonhos doidos: primeiro aquele das escadas (eu desci), depois aquele da piscina (começava a transbordar), agora escavações de relíquias de valores morais... sensação de que todos querem dizer a mesma coisa. cadê a minha terapeuta, quando eu mais preciso dela? (*no meio da madrugada) rs

# tem assuntos que eu nunca imaginava que davam tanto pano pra manga...

# passei de pisar em ovos a andar em terreno totalmente conhecido, em questão de horas. supreendente.

# eu estava entre minas e curitiba... e foi uma proposta muito tentadora: café! gengibirra! café! gengibirra! portanto, curitiba, aí vou eu!

# eu continuo achando algodão doce um treco totalmente mágico, lúdico até. é açúcar em forma de fio, que ficou embaraçado, e virou tufinho de algodão. daí eu penso nisso tudo e vou sorvendo toda a magia assim... aos pouquinhos.

# eu já tenho um sapatinho de chita! tá no pé! eles se deram muito muito bem, obrigada! e depois que eu experimentei de fato, não tirei mais.

# "ando tão a flor da pele/ que meu desejo se confunde/ com a vontade de não ser/ ando tão a flor da pele/ que minha pele tem o fogo do juízo final/ um barco sem porto/ sem rumo sem vela/ cavalo sem sela/ um bicho solto/ um cão sem dono/ um menino um bandido/ às vezes me preservo/ noutras suicido." zeca baleiro



Escrito por wicca às 20h31
[   ] [ envie esta mensagem ]




olá, reflexo!

self portrait tuesday

"o buraco do espelho está fechado
agora eu tenho que ficar aqui
com um olho aberto, outro acordado
no lado de lá onde eu caí

pro lado de cá não tem acesso
mesmo que me chamem pelo nome
mesmo que admitam meu regresso
toda vez que eu vou a porta some

a janela some na parede
a palavra de água se dissolve
na palavra sede, a boca cede
antes de falar, e não se ouve

já tentei dormir a noite inteira
quatro, cinco, seis da madrugada
vou ficar ali nessa cadeira
uma orelha alerta, outra ligada

o buraco do espelho está fechado
agora eu tenho que ficar agora
fui pelo abandono abandonado
aqui dentro do lado de fora"

buraco do espelho - arnaldo antunes (sempre!)

ou:

 

"é de frente e de lado de costas

 um pouco mais embaixo de bruços

é como é de costas

 como deve ser de bruços

 fica de pé de costas

 deita no chão de bruços

 é a mesma pessoa de costas

se transforma de bruços"

arnaldo antunes - o corpo momento III

 



Escrito por wicca às 23h33
[   ] [ envie esta mensagem ]




voando alto...

"Uma espécie de céu
Um pedaço de mar
Uma mão que doeu
Um dia devagar
Um Domingo perfeito
Um cinzeiro apagado
Um hotel na esquina
Um sono acordado
Um secreto adeus
Um café a fechar
Um aviso na porta
Um bilhete no ar
Uma noite encantada
Para o resto da vida

Pedes-me um momento
Agarras as palavras
Escondes-te no tempo
Porque o tempo tem asas
Levas a cidade
Solta no cabelo
Perdes-te comigo
Porque o mundo é o momento"

pedro abrunhosa - momento



Escrito por wicca às 01h09
[   ] [ envie esta mensagem ]




novas aquisições:

# entendi por que chamam broches de pregadeiras... rs

#insólito: a revista que me fez comprar esse livro, curiosamente saltou para a sacola da loja. veio comigo até minha casa.

presentes!  : )

 # gato do aldemir em filme de ISO 25, digo... em xícara de café jumbo! (<- piadinha de professora que diz que luz é como água. mas se fosse como café eu só usaria filme de iso 25)

pipipipipi... galinhas de azul e amarelo papeando...

geléia de verdade... com amorinhas.

eu quero uma roupa feita com fios de algodão doce... e filosofias de algodão...



Escrito por wicca às 12h33
[   ] [ envie esta mensagem ]




# recado de texto (no celular) com meu irmão:

"ju, jingle bells, na volta compro, espero que não precise até lá..."

"eu sabia do jingle bells, passei no mercado e comprei. já estamos no reveillon."

# "- mas essa situação não é muito democrática, né?

- nossa, wicca... essa palavra soou muito estranha vinda da voce. é uma palavra muito política para o sua fala."

# por que os escorpianos não aceitam as coisas? eles querem entender os motivos que levaram a pessoa a agir de determinada maneira... que putz.

# "saudade é um pouco como fome. só passa quando se come a presença." - clarice lispector

# cobrindo provas do crime...

# eu fui no aniversário do andersen. : ) eu vi o patinho-feio, os soldadinhos de chumbo chegaram logo em seguida... e comi algodão-doce, mas isso é segredo.

# eu quis mais que a piada...

ar

raso

pro

fundo

super           pro

ficial         funda

mente

mas não deu. eu só ri.

# "- supra-citado é termo de advogado...

- é isso mesmo, voce está advogando. em benefício próprio!"

# "minha mae, minha avó, e antes delas minha tataravó, e antes delas um milhão de gerações distantes dentro de mim..." - a antunes.

# e ela vêm costurar comigo!

# "ela entregaria o próprio coração para ser mordido, ela queria sair dos limites de sua própria vida com suprema crueldade." - clarice lispector



Escrito por wicca às 21h52
[   ] [ envie esta mensagem ]




digam olá

eu sei que tem muita gente que eu conheço que vem nesse canto espreitar, sem que eu saiba...

hoje foi o dia que mais tive visitas... estranhamente, nenhum comentário.

 

?



Escrito por wicca às 22h33
[   ] [ envie esta mensagem ]




e foi assim... abri o livro e li:

 

o céu lambe a sol

a de meus pés

através

do reflex

o na o

nda

 

e me apaixonei pra sempre. por que é texto, mas é imagem. e eu me apaixono por imagens...

*arnaldo antunes - reflexo, em 2 ou + corpos no mesmo espaço.



Escrito por wicca às 11h07
[   ] [ envie esta mensagem ]




self portrait tuesday

complexa

"o olho enxerga o que deseja e o que não/ ouvido ouve o que deseja e o que não/ o pinto duro pulsa forte como um coração/ trepar é o melhor remédio pra tesão/ um terço é muita penitência pra masturbação/ a grávida não tem saudade da menstruação/ se não consegue fazer sexo vê televisão/ manteiga não se usa apenas pra passar no pão/ boceta não é cu mas ambos são um palavrão/ o gozo não siginifica ejaculação/ o tato mais experiente é a palma da mão." arnaldo antunes - tato

 



Escrito por wicca às 10h40
[   ] [ envie esta mensagem ]




# eu tenho de aceitar que tem gente que eu gosto que não gosta de gente que eu gosto... tão complicado administrar isso aqui dentro... especialmente se começam a falar uns dos outros pra mim...

# "hoje é domingo, pede cachimbo, o cachimbo é de barro, bate no jarro, o jarro é de ouro, bate no touro, o touro é valente, bate na gente, a gente é fraco, cai no buraco, o buraco é fundo, acabou-se o mundo."

# "- nossa, wicca! eu nunca ia imaginar que nessa bolsa aí (de chita) tinha um equipamento fotográfico (reflex digital) desses!

- pois é... estratégia. já aproveito pra fazer test drive, pra saber se ela aguenta esse peso..."

# depois de ver barbatuques: blug, blug e sons que eu não consigo reproduzir. mas não custa ficar tentanto, tentando, tentando... ah, e também um pouco de divagações sobre peixes e pescas...

# se foto tivesse cheiro, tinha feito a melhor das fotos... capuccino vanilla.

# 2X0 para o sim. fiquei perplexa. tem dias que eu me surpreendo... duplamente.

# e eu fiquei divagando durantes vários minutos numa comparação entre minhas atitudes e o comportamento dos freios de uma moto... mas achei que essa metáfora iria dar margem a muitas interpretações...

# me ocorre é que, às vezes, eu gosto até da disposição das letras ao ver o nome escrito em qualquer lado... é o suficiente... logo me instiga... chega a me dar arrepios... que putz.

# "pelas plantas do pé subia um estremecimento de medo, o sussurro de que a terra poderia aprofundar-se. e de dentro erguiam-se certas borboletas batendo asas por todo o corpo." clarice lispector



Escrito por wicca às 00h42
[   ] [ envie esta mensagem ]




pra quê tantas flores?

Para quando tu chegares
Flores para quando tu chorares

Uma dinâmica botânica de cores
Para tu dispores, pela casa

Pelos cômodos, na cômoda do quarto
Uma banheira repleta de flores
Pela estrada, pela rua, na calçada
Flores para mim
Flores pros meus braços
Ofertá-las para parabenizar-te
Flores quantas flores, forem necessárias
Pra perguntares pra que tantas flores

 

 

# trecho da música flores. molde tirado daqui, com algumas modificações.



Escrito por wicca às 14h50
[   ] [ envie esta mensagem ]




e eu não disse que a primavera chegou?

pois... e trouxe várias estampas novas de chita, na lojinha de sempre.



Escrito por wicca às 21h48
[   ] [ envie esta mensagem ]




é uma câmera

todo mundo TEM de ver a exposição do Guilherme Maranhão lá no Itaú Cultural. as imagens são feitas a partir de um scaner quebrado. ele desmonta tudo, monta tudo de uma nova maneira e usa como câmera. é uma piração... eu costumo dizer, que o Gui é meu amigo mais geniozinho. ficamos lá, eu e o kenji san, brincando, experimentando, fotografando e tentando entender essa câmera aí de cima (que estava acoplada num mac). pra quem quer conversar, entender como funciona, clica na imagem ali em cima. ele dá um curso que ensina como fazer uma camera com seu scaner velho. vai lá!

 

 



Escrito por wicca às 18h58
[   ] [ envie esta mensagem ]




a semana

# é a primeira vez na minha vida que duas vezes é igual a sempre.

# eu adoro duane. eu odeio bresson. eu odeio chico buarque. eu adoro arnaldo antunes. inclusive o físico (aqueles cabelos). e tudo isso junto faz de mim uma pessoa estranha.

# "-wicca, você está a cada dia mais loira!"

# "- OTTO tem algo de homem das cavernas... e tem uma aparência meio suja.

- ele é gordo.

- não, ele é grande...

- é... verdade, total homem das cavernas...

- adoro."

# pipoca, chocolates, edredon, pijama, controle remoto na mão e o último episódio de LOST no DVD. um ótimo jeito de encerrar um dia bem começado (às 7h da manhã...). pena que ontem o dia começou meia hora antes de eu entrar no trabalho. é... acordei 12h30.

# niguém gosta de dar sua vez na rotatória... quase atraso.

# ontem de madrugada, tentando descobrir cada música qual era e caçando as letras... por que eu entendo portugues, mas é dificil entender tudo o que o mocinho diz... enfins, fiz um índice do cd do toranja (gentilmente cedido pela carina)

# "É pena quase não poder ficar.../ És quente quando a luz te traz (...)/ É pena quase não poder ficar/ No sítio onde as mãos se dão.../ Quase fugi amor, quase perdi.../ Vamos embora daqui para dentro de mim..." toranja - musica de filme

# lembrar que esqueceu é muito mais foda do que simplesmente esquecer. queria ter ficado no esquecimento apenas... não estaria me martirizando tanto...

# já agora de manhã: cabelos devidamente cortados e tingidos.

# e a primavera surgiu de repente... explosão de cores. logo mais, logo mais...

# "Gostar é provavelmente a melhor maneira de ter, ter deve ser a pior maneira de gostar." - saramago

# domingo sim, unir o útil ao agradável: boa companhia e bom show. e não só: um café a fechar.

# agora, 'bora lá pra abertura da exposição do gui maranhão, lá no itaú cultural.



Escrito por wicca às 11h24
[   ] [ envie esta mensagem ]





[ ver mensagens anteriores ]