passado negro (blog antigo)
  autofotos (meu fotoblog)
  meu flickr
  outro flickr
  boneca
  moniquita
  diZpensa
  krika
  rebelrebel
  fer ribeiro
  bel
  solilóquios
  mindu
  muitas de mim
  rosa pomar
  eu, as gatas e os peixes
  o palíndromo
  uia!
  planeta hilda
  feito a mão
  ilha das maçãs
  borboletas na barriga
  poeiras
  dominique
  sandrine
  uns e outros
  carlos careqa
  minhocagem
  os 2 mundos
  nave dos suspiros
  vinte2
  sopa de pão
  dinaladina
  três gatos miaus
  fofysland
  rafaela pires
  outsuka
  crocodilo chan
  no princípio era
  tempos eternos
  photocélula
  1, 2, 3 testando...
  denize barros
  dona chita
  olhar sem compromisso
  1/2 dúzia
  bom pessimista
  dadivosa
  quiche de macaxeira


 

    01/09/2007 a 30/09/2007
  01/08/2007 a 31/08/2007
  01/07/2007 a 31/07/2007
  01/06/2007 a 30/06/2007
  01/05/2007 a 31/05/2007
  01/04/2007 a 30/04/2007
  01/03/2007 a 31/03/2007
  01/02/2007 a 28/02/2007
  01/01/2007 a 31/01/2007
  01/12/2006 a 31/12/2006
  01/11/2006 a 30/11/2006
  01/10/2006 a 31/10/2006
  01/09/2006 a 30/09/2006
  01/08/2006 a 31/08/2006
  01/07/2006 a 31/07/2006
  01/06/2006 a 30/06/2006
  01/05/2006 a 31/05/2006
  01/04/2006 a 30/04/2006
  01/03/2006 a 31/03/2006
  01/02/2006 a 28/02/2006
  01/01/2006 a 31/01/2006
  01/12/2005 a 31/12/2005
  01/11/2005 a 30/11/2005
  01/10/2005 a 31/10/2005
  01/09/2005 a 30/09/2005
  01/08/2005 a 31/08/2005
  01/07/2005 a 31/07/2005
  01/06/2005 a 30/06/2005
  01/05/2005 a 31/05/2005
  01/04/2005 a 30/04/2005
  01/03/2005 a 31/03/2005
  01/02/2005 a 28/02/2005
  01/01/2005 a 31/01/2005
  01/12/2004 a 31/12/2004
  01/11/2004 a 30/11/2004
  01/10/2004 a 31/10/2004
  01/09/2004 a 30/09/2004
  01/08/2004 a 31/08/2004
  01/07/2004 a 31/07/2004
  01/02/2004 a 29/02/2004


 

   


www.flickr.com
This is a Flickr badge showing public photos from simonewicca. Make your own badge here.





 
 




wiccaverna







faz tanto tempo...

que não faço desses testes...

"Que album do Legiao Urbana voce eh?" - Results:
Voce eh o album A TEMPESTADE, do Legiao Urbana. Algumas de suas memorias podem deixar voce triste e deprimido. Mas voce consegue ver o mundo de uma forma muito poetica, devido a sua grande sensibilidade.

 Que album do Legiao Urbana voce eh?
brought to you by http://quizilla.com">Quizilla>



Escrito por wicca às 10h46
[   ] [ envie esta mensagem ]




intuição é...

passar o sinal vermelho à noite e se meter em frente a um outro carro que vinha no sentido contrário só por achar que isso era menos arriscado do que ficar parada esperando o farol abrir...

em suma, seguir a intuição muitas vezes significa fazer o que aparente é pior, mas com convicção, rs



Escrito por wicca às 11h15
[   ] [ envie esta mensagem ]




pózinho de mariposa

acontece que entrou uma mariposa dessas enormes no meu quarto... e tinha asas tao grandes que faziam um barulho enorme (mariposas tem parentesco com pardais?). e eu logo morri de medo, pois existe um boato que mariposas soltam um pózinho (tão usado nos feitiços) que dizem letal...

precisou ser espantada para ir embora...

...

mariposas não tem lugar.            



Escrito por wicca às 12h22
[   ] [ envie esta mensagem ]




fase

estou numa fase de bicho de pano...

to fazendo um ou dois por dia... curtição total...

o mais legal de tudo é fazer a expressão deles... cada um vai ficando com uma personalidade...

um barato.

 



Escrito por wicca às 17h38
[   ] [ envie esta mensagem ]




simbolicamente um eu

 

essa imagem me tocou... e tomou um significado tao grande pra mim, especialmente nesse momento... olhei pra ela e pensei que ela era simbolicamente um eu...

 

foto: Gabriel Bitar



Escrito por wicca às 15h46
[   ] [ envie esta mensagem ]




TRUFFAUT

E eu nunca imaginei que tanta gente gostava de truffaut... gente suficiente pra numa véspera de feriado prolongado lotasse um cinema com capacidade para 390 pessoas... caiu meu queixo. Tinha gente sentado no chão pra ver o "último metro"... filas enormes pra comprar o ingresso e outras duas pra entrar na sala.

E daí, eu fico me sentindo importante quando eu mostro meu cartão (do SESC) e entro, sem pagar (e até sem pegar fila se eu quisesse, mas... sou politicamente correta demais pra passar na frente de todo mundo, rs)... mesmo que lá no trabalho eu nao seja ninguém, no Cine SESC eu sou importante...

tsc.



Escrito por wicca às 12h20
[   ] [ envie esta mensagem ]




DURGA

Após mais de 100 anos de guerra, os asuras (demônios) venceram os devas (deuses) e seu líder, o demônio Mahishasura, vencendo o rei dos deuses, Indra, assume todos os poderes dele e dos demais devas: Agni, Indra, Varuna, Surya e Yama. Estes, desolados, vão até Vaikuntha, a moradia do deus supremo, Vishnu, para pedir-lhe ajuda.

Ao ouvir as más notícias, Vishnu, feroz, invocou Shiva e Brahmá. Os três deuses concentram suas forças (shaktis) numa poderosa meditação, a partir da qual cria-se uma luz intensamente brilhante. Os devas igualmente dirigem seus poderes para essa luz, que cresce até assumir o tamanho de uma montanha flamígera, brilhando como mil sóis.

Aos poucos, o brilho da montanha de luz assume a forma de uma belíssima forma feminina, pura e radiante. Ela é Durga, a grande deusa, que personifica a união de todos os poderes dos deuses e semi-deuses juntos.

Shiva entrega a seu tridente (trishula), Vishnu seu disco (chakra) e Brahmá o japamala e o licor da imortalidade (amrita). Os semi-deuses presenteiam igualmente a Durga suas armas e atributos: Varuna dá-lhe a concha, Agni sua lança, Indra o raio, Yama um bastão, Surya seus raios dourados, com os quais a pele da deusa brilha como o próprio Sol. A montanha Himavat presenteia-lhe um leão mágico como montaria.

Brilhando com estes e outros atributos, envolta em luz divina, Devi ri, e seu riso faz os três mundos vibrarem. Sua voz preenche o espaço e seus passos fazem a terra tremer. As montanhas e os oceanos são sacudidos pelo seu riso e sua presença. "Jai Mataji!" (" Vitória para a Grande Mãe!"), gritam os deuses e semi-deuses.

Mahishasura ouve na distância os passos da deusa, que provocam terremotos, e pergunta-se o quê pode estar provocando tamanha comoção. "Eu sou o rei do Universo agora. Quem ousa interromper minha paz? Quem ousa fazer tal barulho em minha presença?". Voa então em direção à origem do ruído, que se torna cada vez mais ensurdecedor. E, repentinamente, ele a vê. A deusa brilha tanto que sua luz atravessa os três mundos. A terra curva-se sob seus pés e o brilho do seu olhar é tão intenso que ofusca a própria luz do Sol.

Ambos não precisam sequer trocar uma palavra. As tropas asúricas são chamadas e a batalha começa imediatamente. Milhares de elefantes de guerra, centenas de milhares de poderosos demônios e milhões de guerreiros armados até os dentes são invocados por Mahishasura.

O exército, poderoso como o mar enraivecido, ataca a deusa, que simplesmente permanece sentada em seu círculo de fogo. As armas demoníacas não conseguem atingir a deusa. O leão balança a juba, e ela sopra sua concha, produzindo um som aterrorizante e anunciando uma vitória que seria prontamente sua. A cada exalação que ela faz, um novo exército se materializa, prestes para a batalha. As matrikas, as energias de todos os deuses, vêm igualmente em seu auxílo. Finalmente, ela invoca os poderes que os deuses tinham lhe outorgado para materializar Kali, a devoradora do tempo, que é sua forma mais terrível

Durga começa a lutar, matando todos os guerreiros que ousam colocar-se ao alcance de suas armas mortíferas. O campo de batalha torna-se prontamente um amontoado de cadáveres de guerrierros e elefantes, cabeças e membros decepados, armas partidas e rios de sangue.

Ao ver seu exército assim dizimado, Mahishasura solta um grito de ira e assume sua forma de búfalo. Começa a galopar em direção à deusa, matando todos os guerreiros que seu alento de fogo alcança. Aqueles que conseguem fugir da fúria do seu alento e de suas patas, são mortos pelos seus terríveis cornos, que cortam as montanhas de pedra. Seu mugido preenche o universo e faz a terra tremer.

Quando Devi percebe o ataque do búfalo-demônio, concentra novamente suas forças e começa assim uma luta entre eles que, de tão pavorosa, faz os deuses, que a tudo assistem desde o céu, fecharem os olhos.

Devi lança seu laço e prende o búfalo, que instantaneamente se transforma num imenso leão. A deusa corta a cabeça do leão, mas este se transforma em um elefante, que por sua vez é prontamente decapitado por ela. Mahishasura assume novamente sua forma de búfalo e é preso à terra pelo pé de Devi, que corta sua cabeça, vencendo assim a batalha.

Quando o demônio morre, seu exército inteiro se esvai no ar. Então, deuses, devas, gandharvas, apsaras e humanos vem apresentar seus respeitos e agradecimentos, fazendo um puja para ela. "Inclinamo-nos perante ti. És a boa fortuna dos virtuosos, a inteligência nos corações dos eruditos, a fé no coração dos bons, a modéstia no coração dos justos. Que possas sempre proteger o universo."


Escrito por wicca às 19h58
[   ] [ envie esta mensagem ]





[ ver mensagens anteriores ]